Afinal, comer à noite faz mal?

Lista de e-mail

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos exclusivos

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

Olá, humanos! Vocês já devem ter ouvido por aí aquela história de que comer à noite engorda, carboidratos então, nem pensar… Mas por trás de vários mitos espalhados pela internet, existe uma área de estudos chamada Crononutrição.

A Crononutrição é uma área que estuda o ciclo circadiano com a nutrição. E o que é ciclo circadiano? Naturalmente o nosso organismo alterna entre sonolência e estado de alerta em intervalos regulares, que a gente chama de ciclo de sono e vigília, e isso funciona assim há milhares e milhares de anos. 

Lá atrás, no tempo dos nossos ancestrais, não existia eletricidade. Então, como à noite não tinha luz, as pessoas usavam esse período para descanso, porque qualquer atividade como caçar e se alimentar ficaria inviável na escuridão. Voltando para a nossa realidade, o nosso organismo evoluiu conforme essa premissa de que estaríamos dormindo durante a noite. Só que, muito diferente daquela época, agora nós temos a possibilidade de nos alimentar após o pôr do sol. 

Pense nas pessoas com quem você convive. Com certeza tem alguém que sente muita fome na parte da noite, janta tarde ou até mesmo acorda de madrugada para visitar a geladeira! Essa pessoa não está com o ciclo circadiano regulado! 

A gente precisa ter atenção a esse comportamento, porque segundo a crononutrição, o corpo não está preparado para receber alimentos pesados e fazer um processo de digestão depois de determinado horário. Isso porque no período da noite, o nosso corpo começa um processo de desintoxicação e ingerir alimentos muito pesados, que vão demandar energia no processo de digestão, vai interferir nesse processo natural do nosso metabolismo.

Já existem estudos que mostram que essa alimentação durante a noite pode ser prejudicial à saúde, aumentando a chance de desenvolvimento de doenças crônicas, como diabetes e obesidade, e aumentado a resistência à insulina.

Então depois de falar tudo isso, agora eu quero te fazer uma proposta: que tal a partir de hoje começar a jantar mais cedo, até no máximo umas 21 horas? Em poucos dias você vai reparar uma diferença na sua disposição, principalmente na hora de acordar!

Me conta aqui nos comentários como vai ser essa experiência e não se esqueça de me acompanhar nas outras redes!

Instagram Thaís Araújo

Youtube Canal Humaniza Aí!

Instagram Oficina Humana

Linkedin