Trabalho noturno e saúde

Lista de e-mail

Cadastre-se e receba novidades e conteúdos exclusivos

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

Olá, humanos,

Se você me acompanha pelas outras redes, sabe que dormir pouco e mal nunca é uma boa ideia. O nosso corpo funciona de acordo com o ciclo circadiano, que é a alternância entre os estados de vigília e sono. E você sabia que inverter esse ciclo impacta de forma negativa a sua qualidade de vida?

Imagine uma pessoa que precisa dar plantões noturnos, ou até mesmo as pessoas que estão trocando o dia pela noite durante a quarentena? 

Os principais impactos desse comportamento estão relacionados com alterações no comportamento alimentar e aumento do risco para doenças crônicas, como: 

Obesidade;

Dislipidemias;

Doenças relacionadas ao fígado, inclusive fígado gorduroso;

Câncer;

Hipertensão;

Prejuízo na função endotelial e aterosclerose

Doenças inflamatórias

Resistência à insulina

Diabetes.

Até doenças neurodegenerativas

Se você precisa trabalhar à noite, pode ser interessante buscar alternativas para reduzir os  malefícios durante a jornada de trabalho, inclusive para a saúde psicológica. Uma boa dica é tirar uma soneca de 20 a 40 minutos durante o dia mesmo.

Esse hábito pode melhorar sua disposição e cognição, mas ainda sim, o cochilo não substitui uma boa noite de sono. O ideal é dormir por volta de 7 a 8 horas por dia.

Me conta aí nos comentários como anda o sono de vocês e não se esqueçam de me acompanhar nas outras redes!

Instagram Thaís Araújo

Youtube Canal Humaniza Aí!

Instagram Oficina Humana

Linkedin